X 22bet

Apostas legais entre amigos

Enrico NazaréAutor da publicação: Enrico Nazaré

O fim de ano chegou e, com ele, chega a hora de comemorar e pensar nos presentes. Se nГЈo tem ideia do que presentear, nГіs preparamos uma lista com 20 itens criativos e muito legais, com o valor mГЎximo de R$ 60. Confira abaixo a lista com produtos para todos os gГЄneros, gostos e idades.

1. Camisetas divertidas

Se o presente serГЎ para aquele amigo(a) que ama cinema e cultura geek, ele (a) vai amar ganhar uma camiseta bem diferente. A loja "Piticas" tem vГЎrias estampas criativas e diferentes. Essa que escolhemos custa R$ 59,90.

2. Livros

Presentear com livros é sempre uma boa opção, mas é necessario conhecer o gosto da pessoa para não errar na escolha de qual livro presentear. O livro Me Poupe, da youtube Natalia Arcuri, custa R$ 27,90 na livraria Saraiva e está entre os 10 livros mais vendidos do ano.

3. Porta-retrato

Com R$ 60, você consegue encontrar lindos e criativos porta-retratos, que vão deixar com mais personalidade a decoração de casa. A loja UATT? tem uma linda coleção com preços bem acessivel este custa R$ 49,90.

4. Caneta varinha Harry Potter

Que tal uma caneta em formato de varinha, para quem Г© apaixonado pela saga Harry Potter vai amar. Bem, ela nГЈo Г© feita de Pena de FГЄnix, mas serГЎ um presente maravilhoso que custa R$ 49,90 nas loja Imaginarium.

5. Almofadas decorativas

Uma almofada é um presente ideal para quem gosta de decoração. A loja Imaginarium tem uma coleção supercriativa. Está almofada petit coelho custa R$ 29,90 e será um belo presente.

6. Caneca de vidro Jack Daniels

Outra dica legal é esta caneca Jack Daniels que tem muito estilo, e que vem acompanhada por um pingente. Além de usar para curtir um happy hour, você pode usar como decoração. Nas lojas Americanas custa R$ 27,99.

7. jogo cassino roleta Shot

Esse jogo garante a diversГЈo para todos os amigos. Funciona, assim, colocando a bolinha na roleta e fazer as apostas. Quem perder Г© punido com uma dose de bebida. O jogo no site Submarino custa R$ 38,90.

8. Copo TГ©rmico

Para quem nГЈo abre mГЈo de escutar uma boa mГєsica, um bom presente serГЎ este fone de ouvido com strass da loja Renner que custa R$ 59,90.

9. Vinho

Um vinho sempre Г© um bom presente, por ser algo sofisticado, elegante Г© acessГ­vel. O vinho Carmen Insigne CarmГ©n;re 2018 chileno custa R$ 50,92 no site Mistral.

10. Quadro de rolhas de vinho

Uma outra opção de presente para quem ama vinho é este quadro decorativo. Quem ganhar poderá colecionar todas as rolhas das garrafas de vinhos que abrir. Nas lojas Americanas, custa R$ 57,90.

11. Mini Estufa

Uma mini estufa Г© um Гіtimo presente para quem ama plantas. Na Tok& Stok tem esta pequena estufa que vem com seis vasos pequenos, sementes terra e adubo. Custa R$ 52,90.

12. Massinha Play-Doh

Para presentear as crianças este conjunto de massinha para moldar e criar coisas que sua imaginação deixar. Na Ri Happy, custa R$ 39,99.

13. Boneco Vingadores Ultimato Thor

Para as criaças que amam bonecos de super-herói, a Ri Rappy tem bonecos supercriativos e bem divertidos. O valor deste é de R$ 55,96.

14. Caneca Star Wars Stormrooper

Que a força esteja com você! Um presente para quem é fã de Star Wars, esta caneca personalizada dos Stormrooper custa R$ 59,90 na Tok Stok, serve para tomar suas bebidas favoridas ou como artigo de decoração.

15. Chocolates

Chocolate Г© um presente que carrega vГЎrias mensagens, ele transmite amor e carinho, ideal para um presente de Natal. Esta caixa de chocolates LГ­nga de Gato da Kopenhagen custa R$ 44,10.

16. Combo hidratante e sabonete

Em várias lojas de produtos de beleza você vai encontrar opções de kit de cuidados pessoais com preços variados. No "O Boticário", tem este kit que custa R$ 36,90 que contém uma loção hidratante mais um sabonete em barra.

17. Bolsa feminina

Bolsas sempre sГЈo um bom presente. Por R$ 59,90, na C vocГЄ encontra estГЎ bolsa feminina pequena tranversal.

18. Colar feminino

Bijuterias sГЈo escolhas certas para presentear, este colar longo com cristais rosГЄ da Renner custa R$ 59,90, serГЎ um bom presente.

19. Alpargatas

Um presente ideal para todos, superconfortГЎvel e bonito. Custa R$ 49,99 nas lojas da Havaianas.

20. Havaianas

Um presente criativo e de bom gosto que vai agradar quem ganhar. Esta havaianas Slim Hit custa R$ 59,99.


EstagiГЎria sob supervisГЈo de Roberto Fonseca

MUNICÍPIO DE MANGUALDE DECRETA 3 DIAS DE LUTO MUNICIPAL

MUNICÍPIO DE MANGUALDE DECRETA 3 DIAS DE LUTO MUNICIPAL

Falecimento do Dr. Jorge Coelho

O Município de Mangualde recebeu, com enorme pesar, a notícia do falecimento inesperado do Dr. Jorge Paulo Sacadura Almeida Coelho.

Um Mangualdense ilustre, que ocupou altos cargos em funções de Ministro e de Conselheiro de Estado da República Portuguesa, político, gestor e empresário, defensor e embaixador do concelho de Mangualde e da região interior, onde fundou a Queijaria Vale da Estrela, demonstrando o carinho e apreço pela sua cidade e pelos seus conterrâneos.

Em reconhecimento e memória post mortem o executivo municipal decreta, a partir de hoje, três dias de luto municipal, entre o dia de hoje e o dia do seu funeral, que decorrerá no dia 10 de abril.

Nestes dias a bandeira do município será colocada a meia haste no edifício do Paços do Concelho.

O Município de Mangualde endereça as mais sentidas condolências à família enlutada e aos amigos mais próximos.

As Apostas Mais Loucas da História, confira tudo o que já foi colocado em jogo

As Apostas Mais Loucas da História, confira tudo o que já foi colocado em jogo

Futebol, basquete, tênis, vôlei, UFC e boxe. Esses são alguns dos principais assuntos imediatamente relacionados às apostas, afinal, são algumas das mais conhecidas e faladas atualmente.

Porém, o que muita gente não sabe é que o mundo das apostas pode ser muito mais maluco do que se imagina. Afinal, para fazer uma aposta, basta ter alguém disposto a fazer isso, e a imaginação humana é um terreno fértil e muito propício para tal.

Ao redor de todo o mundo, bastante gente já apostou em uma série de assuntos loucos e estranhos, seja por terem tido um pressentimento ou simplesmente sem nenhum motivo aparente.

Pode ser que essas pessoas tenham sido consideradas loucas, mas depois de encherem os bolsos de dinheiro, elas passaram a ser algumas das mais sortudas do mundo.

Separamos algumas dessas apostas malucas para que todos que estiverem lendo matem logo a curiosidade. Assim, ficará mais fácil encontrar oportunidades bizarras, apostar e quem sabe aparecer em uma lista futura dos palpites mais malucos!

Uma aposta de futebol Exagerada

Dizem que futebol, política e religião não se discutem, já que são assuntos muito pessoais. Em relação ao futebol, muita gente perde os limites e pensa muito mais com o coração do que com a razão, que foi justamente o que aconteceu.

Na cidade de Iganga, em Uganda, existem 5 tipos diferentes de casamento. Um deles, chamado de costumeiro (kwanjula ou okuhingira), permite que o homem se case com mais de uma esposa.

Henry Dhabasani, um homem com três esposas e cinco filhos, e torcedor do Arsenal, apostou a casa de sua família, o que já pode parecer demais. Porém, seu amigo Rashid Yiga foi além: apostou um carro novo e sua esposa na vitória no Manchester United!

A aposta foi registrada e testemunhada por líderes da comunidade local. O Manchester United venceu por 1 a 0, com gol de van Persie, que curiosamente foi jogador do Arsenal por muitos anos, o que deve ter tornado a derrota ainda mais dolorosa.

Segundo relatos, Dhabasani desmaiou ao apito final da partida e depois teve sua casa invadida por torcedores do United, que o expulsaram junto com sua família.

O Homem Com Seios de Mulher

Um amigo desafiar o outro a fazer alguma coisa louca não é novidade. Provavelmente todo mundo já foi desafiado a algo similar, porém não é sempre que a proposta é aceita.

Porém, o canadense Brian Zembic, famoso por estar disposto a fazer quase tudo para ganhar uma aposta, confirmou essa informação. Um de seus amigos disse que o pagaria a quantia de US$ 100.000 se ele colocasse um implante nos seios e os mantivesse por um ano.

Zembic era um ótimo jogador de gamão e blackjack e adorava apostas, tanto que conseguiu o contato de um cirurgião plástico estético que também era um apostador. Ambos disputaram algumas partidas de gamão por 1 hora e o resultado foi uma dívida de US$ 5.000 do cirurgião para com Brian, que aceitou que o pagamento fosse feito por meio do implante.

Dois fatos tornam a história ainda mais curiosa e interessante: o primeiro é que Brian lançou um livro, chamado de "The man with the $100,000 breasts and other gambling stories" (o homem com os seios de $100.000 e outras histórias de apostas, em tradução livre).

O segundo é que embora a aposta fosse que ele ficasse com os implantes por apenas 1 ano, ele manifestou interesse em retirá-los apenas depois de quase 20 anos.

A roleta é um ícone quando se trata de apostas e um jogo muito querido e famoso mundialmente. O apostador inglês Ashley Revell levou isso a sério e tomou uma decisão surpreendente e que mudaria sua vida, embora não soubesse se para melhor ou para pior.

Em um certo momento de sua vida, Revell vendeu tudo o que ele tinha, até mesmo suas roupas, juntou a quantia de US$ 135.300 e decidiu que apostaria esse valor em um único jogo de roleta. Foi criado até mesmo um reality show para testemunhar, a história, com um nome bem propício: "Double or nothing" (o dobro ou nada).

A grande aposta aconteceu no Plaza Hotel, em Las Vegas. A aposta tinha sido nas casas pretas, mas no último minuto Revell mudou seu palpite para as vermelhas, o que ficou marcado como uma decisão perfeita, já que a bola parou na casa 7 de cor vermelha.

Como resultado, Ashley voltou para casa com US$ 270.000, já que os US$ 600 que sobraram ficaram como gorjeta para o dealer. O dinheiro foi usado para que ele começasse um negócio de poker online.

Eventos Não Relacionados Também Podem Virar Aposta

Muito se engana quem pensa que apenas eventos relacionados podem ser motivo de aposta, como jogos do mesmo campeonato ou uma eleição presidencial.

Um galês que até hoje não foi identificado apostou, em 1989, na combinação de quatro eventos que não tinham muito a ver entre si e que deveriam se confirmar até o ano de 2000 para que ele ganhasse:

- O cantor Cliff Richard receberia o status de cavaleiro por parte do sistema honorífico britânico;
- A banda U2 continuaria unida e ainda gravando músicas depois do ano de 2000;
- As soap operas (programas com formato similar ao das novelas brasileiras) Eastenders e Neighbours ainda fariam parte da programação do canal BBC.

A aposta de £ 30 se transformou em £ 194.400, graças aos odds absurdos de 6.479/1. Até hoje, essa é uma das apostas acumuladas mais lucrativas de toda a história, e dá para entender porque o vencedor quis manter o anonimato.

É raro encontrar pessoas que tenham dado palpites tão certeiros e lucrativos, mas todo mundo pode fazer apostas. Com certeza, ver essas apostas malucas e que renderam tanto dinheiro desperta ainda mais a vontade de ser um grande ganhador.

Felizmente, com a facilidade que a Internet trouxe hoje em dia, todo mundo pode ser um apostador através das apostas online , em que os interessados nem precisam sair de casa para ter a chance de dar palpites na vitória do seu time do coração ou em vários outros acontecimentos e eventos.

A segurança é total e cada um escolhe o valor que quer apostar, portanto não é preciso oferecer a casa, o carro ou nada do tipo, o que torna tudo ainda mais fácil e prático!

Expresso

Expresso

Os números do azar

Os números do azar

TIAGO SOARES (TEXTO), LILIANA GONÇALVES (INFOGRAFIA)

TIAGO SOARES (TEXTO), LILIANA GONÇALVES (INFOGRAFIA)

Diogo teve um dia péssimo. Enquanto explica ao Expresso porquê, a sua voz vai subindo de tom e os braços gesticulam para a frente, em direção ao ecrã do computador. Diogo está enervado. Arriscou, apostou o seu próprio dinheiro, jogou contra dezenas de pessoas que fizeram o mesmo, perdeu. Mas as explicações acabam, e Diogo deixa de se mostrar chateado, sorri, os nervos são postiços, não está assim tão afetado. Afinal de contas, foi “muito pouco dinheiro deitado fora”. Sim, até pode dizer que “o dia foi péssimo”, mas “claro que estou a exagerar”.

Como praticamente 7% da população adulta portuguesa, Diogo é fã de apostas online e jogos de azar. Naquele dia, tinha jogado “mais ou menos” três horas de póquer online, mas normalmente fica-se por uma hora e meia. Perdeu €4 e alguns cêntimos, mas ainda ficou com mais de €10 na conta do site. O suficiente para “ir gerindo” o hábito, até porque as apostas, para ele, não passam de um hóbi. Para ele e para “a maioria” dos seus amigos e conhecidos. Tem 24 anos, está no primeiro ano de mestrado na Universidade do Minho, em Braga, longe da casa dos pais, tem de pagar a renda do quarto e restantes despesas, recebe uma bolsa de estudo. Ou seja: não se pode dar ao luxo de “perder a cabeça”, de apostar como se não houvesse amanhã em jogos das ligas europeias de futebol e da NBA (a liga norte-americana de basquetebol). Seria “irresponsável” fazê-lo, está fora de questão, e no seu grupo de amigos a filosofia é a mesma. Claro que por vezes tem vontade de apostar “€100 ou €200 de uma vez” num conjunto de jogos aparentemente garantidos (a chamada aposta múltipla), mas acaba sempre por resistir ao risco. Raramente põe dinheiro nas contas — arriscou um valor à volta dos €80 no último ano letivo — e ainda mais raramente retira lucro. “Uma vez ganhei €50 com um empate da Seleção”, mas o lucro acabou por se diluir nas semanas seguintes.

O dinheiro que Diogo tem destinado à sorte e ao azar engrossa os mais de €2,4 mil milhões que o mercado do jogo online português movimentou em 2018. O número é do relatório “Jogo Online em Portugal: A Melhor Aposta para o Sistema Regulamentar Nacional”, feito para a Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online (APAJO), que contabilizou 1,18 milhões de contas ativas no nosso país no ano passado (em 2017 eram 380 mil), o que significa 400 mil a 600 mil utilizadores; cada jogador tem, em média, duas contas em simultâneo. Tal como Diogo: uma para as apostas desportivas e outra para os torneios de póquer.

O sector foi legalizado em Portugal em 2015, seguindo outros países europeus no licenciamento, e é regulado pelo Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), que acompanha tanto as apostas desportivas como os jogos de fortuna ou azar — como “o bacará ponto e banca, a banca francesa, o blackjack/21, o póquer, a roleta americana, a roleta francesa, as slot machines, etc.” Atualmente, são 11 as operadoras com licença para explorar o mercado: Betclic, Bet.pt, ESC Online, PokerStars, Casino Portugal, Casino Solverde, A Nossa Aposta, Placard, Luckia, 888 e Betano. Em Portugal, o futebol domina as apostas desportivas (com quase 74% do bolo total); nos casinos virtuais com dinheiro real, são as máquinas de jogo que mais atraem pessoas, com 62% da atividade, e o póquer em modo de torneio representa apenas 5,3%, atrás do blackjack e da roleta francesa. Dos mais de €2,4 mil milhões movimentados em 2018, mais de €2 mil devem-se ao casino, e menos de €400 milhões ao desporto. Face a 2017, os portugueses apostaram mais €661 milhões online, uma subida de 37,3%.

JOGADORES, CONSUMIDORES

E quem joga? O SRIJ indica que quem mais aposta são os cidadãos entre os 25 e os 34 anos (38,8% dos jogadores), seguidos pelas faixas etárias 18-24 anos (25,1%), 35-44 (23,3%) e 45-54 (8,9%). Só 2,8% dos apostadores online têm entre 55 e 64 anos, e apenas 1% tem mais de 65 anos. Estes dados não surpreendem Tiago, de 34 anos, dono de um café em Braga, a alguns quilómetros da casa de Diogo, junto à Universidade do Minho. O seu café é um ponto de abrigo para apostadores. Tiago quase nunca joga, mas lida com as felicidades e as frustrações dos outros todos os dias. “A maior parte dos clientes vem aqui apostar no Placard [jogo de apostas desportivas gerido pela Santa Casa da Misericórdia], mas também apostam nos sites.” São sobretudo jovens adultos, embora também seja comum atender homens até aos “50 e poucos anos”. Com mais idade é raro. “Os mais velhos não usam tanto a internet, é normal.” Ficam-se pelo Euromilhões e pelas raspadinhas. Braga é, aliás, o terceiro distrito do país onde mais se joga online (tem 9,5% de todos os jogadores), atrás do Porto (21,7%) e Lisboa (19,6%). Nestes três distritos estão mais de metade dos apostadores portugueses, apostadores esses que são pouco dados a arrependimentos: em 2018, apenas 2,7% suspenderam por tempo indeterminado ou determinado a sua conta.

O relatório publicado pela APAJO comparou Portugal com quatro países — França, Itália, Espanha e Reino Unido; estes cinco, juntamente com Dinamarca, Polónia e Irlanda, representam “cerca de metade da receita bruta gerada pela indústria”. No caso português, 6,9% dos adultos jogam e apostam online: é a segunda maior taxa de penetração dos cinco países analisados, apenas atrás dos 17% do Reino Unido, portadores de um mercado interno bastante amplo, com mais de 33 milhões de contas, quase 9 milhões de jogadores e uma média de 3,80 contas por pessoa em 2017.

Feitas as contas, tanto a APAJO como o SRIJ chegam a valores iguais no que diz respeito à receita bruta das operadoras portuguesas, já depois de pagos todos os prémios aos clientes: €152 milhões. Ou seja: no ano passado, cada jogador rendeu às casas um pouco mais do que €257, o valor médio que cada apostador perdeu a favor da operadora. Se se está a rever nesse sentimento de perda, saiba que no Reino Unido — fruto do mercado gigantesco — cada apostador abriu mão de €714. No entanto, transferidos estes valores para a percentagem do rendimento anual dos cidadãos, é ela por ela: os portugueses gastaram 2,4% do seu orçamento, os britânicos 2,8%. Isto não significa que as operadoras saiam totalmente impunes com o dinheiro azarado dos consumidores: a legalização do jogo trouxe o Imposto sobre o Jogo Online (IEJO), que permitiu ao Estado amealhar €66,5 milhões no ano passado, mais 22,7% do que em 2017.

TRANSPARÊNCIAS, PROTEÇÕES

No ano passado, o SRIJ detetou e notificou 338 operadoras ilegais para cessarem a atividade online e foram bloqueados 270 sites na internet que, apesar de não terem licença, continuaram a oferecer ao público apostas online. Além disso, “foram efetuadas 13 participações junto do Ministério Público para efeitos de instauração dos correspondentes processos-crime”. Mas este trabalho por parte do regulador não satisfaz a APAJO, representante da “maioria das operadoras licenciadas”, como a Betclic, a Bet.pt ou a ESC Online. Apesar de concluírem que “o mercado está a funcionar bem” e que “os consumidores estão adequadamente protegidos”, em linha com o que acontece nos outros países analisados, alertam que falta proteção às operadoras legais e sobretudo “profundidade e transparência” na informação disponibilizada pelo SRIJ. Querem informação mais completa e um combate mais abrangente contra operadores sem licença. Em Portugal, não existe uma “lista negra” pública de sites proibidos.

Vale a pena esmiuçar a conclusão de que “os consumidores estão adequadamente protegidos”. Portugal e os outros países analisados no relatório publicado pela APAJO exigem verificar a identidade de cada jogador e impõem limitações quanto ao valor que se pode apostar e depositar (só a França não limita os depósitos). No entanto, apenas Itália e Reino Unido limitam quanto uma pessoa pode perder para o jogo. Diogo concorda com a medida e acha que Portugal devia segui-la, “porque assim as pessoas estariam mais protegidas. de si próprias”. Já Tiago, pelas certezas e desilusões que ouve todos os dias no café, diz que “cada um sabe de si; desde que seja maior de idade, pode apostar quanto quiser. Os sites não são pais de ninguém, não têm de andar preocupados com os vícios das pessoas”. E o Estado, através do SRIJ, não tem? Tiago repete que não. Também não concorda com limitações à publicidade das casas de apostas: em Portugal, há limites no conteúdo e no espaço que podem ocupar, mas em Itália “toda a publicidade será proibida a partir de 14 de junho”, exceto a comparação de odds na televisão e na internet.

Quatro anos depois da legalização, este complexo mundo de palpites, probabilidades, sortes e azares está definitivamente instalado na vida dos portugueses e a crescer. Para Diogo e os seus colegas nunca passará de uma distração com riscos diminutos. No café de Tiago, os apostadores casuais continuarão a ser a maioria, com mais perdas ligeiras do que ganhos avultados. Afinal, “os jogos são um negócio como outro qualquer. Estão feitos para se perder dinheiro, não para se ganhar, não é? E quase toda a gente que diz que ganha muito dinheiro. está a mentir”.



Publicar comentário
Interessante
25-08-2021
Mais Seções
Mais Seções

Notícias de Saúde, entretenimento, famosos, motor, curiosidades...

11-05-2021
Loterias do Brasil
Loterias do Brasil

Um guia com informações para leitores interessados em conhecer sobre as diversas modalidades de jogos de loterias existentes no Brasil...

20-05-2021
Ainda sem regulamentação no Brasil, casas de apostas esportivas fazem parcerias com clubes
Ainda sem regulamentação no Brasil, casas de apostas esportivas fazem parcerias com clubes

Dos 20 clubes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro, 13 têm alguma parceria com casas de apostas...

14-08-2021
Apostas esportivas via celulares caem no gosto dos brasileiros
Apostas esportivas via celulares caem no gosto dos brasileiros

Se você é um apostador experiente e acostumado a se movimentar para um local específico para jogar no seu clube de futebol preferido ou em outros esportes, cada vez mais isto se torna desnecessário por causa do avanço da tecnologia dos aparelhos móveis em todo o mundo...

09-09-2021
Loteria Federal 05553: prêmio de 500 mil na quarta 07 de abril
Loteria Federal 05553: prêmio de 500 mil na quarta 07 de abril

Loteria Federal 5554, sorteada em 10 de abril, pagará 500 mil reais ao bilhete ganhador do primeiro prêmio...

07-06-2021
Stephan El Shaarawy rediscovering form that made him Pharaoh of Milan
Stephan El Shaarawy rediscovering form that made him Pharaoh of Milan

Italy head coach Antonio Conte concedes his team is still behind Europe's best, but says there is still time to bridge the gap ahead of their Euro 2016 qualifier against Croatia...