X 22bet

Ganhar dinheiro com apostas gratis

Enrico NazaréAutor da publicação: Enrico Nazaré

Manaus – Um ramo muito interessante tem surgido, para uma série de pessoas, como novo método para ganhar dinheiro: as apostas esportivas. Seja como meio de complementar o salário ou até mesmo como fonte principal de ganhos.

Comecemos com a informação que essa trabalho não é ilegal. Diferente do que muitos acreditam, as apostas esportivas são lícitas, já que operam pela internet e são devidamente regulamentadas nos países onde estão instaladas as empresas. Fora isso, as apostas em eventos esportivos passaram a ser regulamentadas para que ocorram fisicamente no Brasil.

Uma gama de sites e plataformas de apostas, cada uma com a sua particularidade e adaptabilidade, são uma variante a ser analisada pelos novos investidores (Foto: Divulgação)

Tendo em vista a legalidade de assunto, a questão mais analisada é: como ganhar em apostas esportivas?

Existem algumas regras que facilitam o aprimoramento e proporcionam ganhos a médio e longo prazo, principalmente quando se trata em apostas em partidas de futebol. Que funcionam, basicamente, como os investidores que injetam em fundos ou na bolsa de valores.

Para quem aposta em futebol existem diversas variáveis, como o resultado do jogo, quem vai ganhar, qual jogador vai marcar um gol, quantidade de cartões, dentre todas as outras estáticas de uma partida. Vale salientar que, isso também se aplica aos outros esportes.

Com esse cenário em mente, muitos torcedores, que já fazem analises e acompanham os seus times por paixão e entretenimento, passaram a utilizar a oportunidade para lucrar. Assim, foi criado o trade esportivo, que se baseia exclusivamente na união de análises, cálculos e probabilidades.

A profissão atua comumente, assim como as demais, e pode não funcionar para todas as pessoas, já que demanda um conhecimento em esporte e facilidade com cálculos. Logo, existem pessoas que se darão bem nas apostas esportivas e outros que não tão bem assim, mas ainda assim existe a possibilidade de lucrar e extrair valor dessa nova modalidade.

O primeiro passo é aprimorar as análises, já que nos investimentos em apostas esportivas não dependem de torcer ou não para um time, e sim enxergar as possibilidades de uma série de variantes, como retrospecto, condição das equipes, escalações, dentre outros.

Mesmo com as análises apuradas, é importante ter em mente que, assim como ocorre com os melhores investidores do mundo, todos estão passiveis de erros. Pensando nisso, o próximo passo é escolher quais apostas operar.

Para escolher as apostas, tudo parte de um cálculo matemático. Por exemplo, caso as análises estejam corretas em 50% dos casos, para que o investidor tenha lucros, ele deve entrar em apostas que superem em 100% do valor apostado. Neste método, o investidor irá perder a metade das apostas para ter lucro, ele terá de que dobrar o investimento nas escolhas vitoriosas para não ficar no vermelho.

Outra questão, que os novos interessados devem estar atentos, é a curva de aprendizado. Por isso, antes de conseguir extrair valor, é crucial investir dinheiro para criar métodos e aprimoraras as análises.

Ainda assim, do mesmo jeito que ocorre como os outros ramos de investimentos, existem uma série de tutoriais e cursos, sejam pagos ou gratuitos, que ajudam os novos apostadores a encurtar esse tempo de aprendizagem.

Uma gama de sites e plataformas de apostas, cada uma com a sua particularidade e adaptabilidade, também são uma variante a ser analisada pelos novos investidores. Afinal, ninguém brinca com dinheiro.

Como usar os ciclos econômicos para ganhar dinheiro com ações, segundo a Moat

Cassio Bruno, da Moat, explica como os ciclos macroeconômicos devem ser usados para investir em ações.

Escolher a empresa certa para investir pode trazer bons retornos para o investidor. Mas escolher a empresa certa no momento certo pode trazer muito mais.

No Coffee & Stocks desta terça-feira conversamos com Cassio Bruno, da Moat Capital, que investe em ações de olho nos ciclos macroeconômicos. Os principais trechos estão abaixo.

Muito pouca gente fala do investment clock, ou o relógio dos investimentos, mas ele é quase um manual do que devemos ter em termos de setores em cada uma de suas fases (reflação ou retomada, boom, desaquecimento, recessão) e como entender seus principais marcadores, que são juros, inflação e crescimento.

Hoje estamos no fim do momento de retomada, possivelmente entrando na fase de boom, crescimento. É um momento no qual se começa a falar de inflação de novo, mas os juros ainda são baixos, então o mercado anda. Nesse momento o mercado abandona empresas de tecnologia que não dão dinheiro por empresas financeiras que dão crédito ou de commodities, que aproveitam melhor o momento.

Lendo o momento

Claro que na vida real nem tudo é tão linear nem tão claro. Na Moat mantemos ações de boas empresas que servem bem a cada um dos momentos dos ciclos econômicos e vamos mexendo nos pesos dessas empresas no fundo.

Macro e micro

Macro e micro

Isso não faz com que a gestão de um fundo de ações seja apenas uma grande aposta macro. É preciso analisar muito bem cada empresa também. Aqui na Moat sofremos muito com isso com Petrobras. Apesar de o momento ser positivo para commodities, sofremos com a empresa por causa de suas questões particulares. Petróleo andou, as commodities andaram, mas a Petrobras não.

E o contrário também é válido. Empresas que estão melhorando podem trazer ganhos, mesmo não estando em um momento do ciclo favorável ao seu setor. É o caso da Oi por exemplo, que melhorou muito no micro, apesar do ciclo.

Long and shorts

Long and shorts

Na Moat aproveitamos a rotação recente do mercado de crescimento para valor lá fora, basicamente vendendo empresas de tecnologia que ainda não são lucrativas por incumbentes. Compramos Amazon e vendemos Shopify e compramos Visa e vendemos Square.

Para ouvir o papo completo, clique no play acima.

Mais sobre

Mais sobre

© 2000-2019 InfoMoney. Todos os direitos reservados.

O InfoMoney preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

Atenção: o que os aplicativos de aposta sabem sobre você

Quando finalmente parou de fazer apostas, no fim de 2018, Gregg estava em uma situação financeira terrível. Além da hipoteca de US$ 150 mil de sua pequena casa no Reino Unido, ele havia perdido quase US$ 15 mil ao longo de nove meses de apostas incessantes e fizera dois empréstimos que totalizavam mais de US$ 70 mil. Agora, ele está em uma caçada para saber se seu aplicativo de jogo favorito, o Sky Bet, sabia de seus problemas e ainda assim tentou viciá-lo.

Os registros mostram que o Sky Bet tinha um verdadeiro dossiê de informações sobre Gregg. A empresa, ou um dos provedores de dados contratados para coletar informações sobre os usuários, tinha acesso a registros bancários, detalhes de hipotecas, coordenadas de localização e um retrato íntimo de seus hábitos de apostas em caça-níqueis e partidas de futebol.

Depois que Gregg parou de jogar, o software que fazia o perfil de dados do Sky Bet o rotulou como um cliente a "reconquistar". Recebeu e-mails oferecendo a chance de ganhar mais de US$ 40 mil em máquinas caça-níqueis, depois que o software de marketing percebeu que ele provavelmente os abriria. Um modelo preditivo chegou a estimar quanto ele valeria se começasse a jogar novamente: cerca de US$ 1.500.

Gregg aprendeu sobre os bastidores do rastreamento de dados depois de contratar um advogado e utilizar as leis de proteção de dados do Reino Unido, que exigem que as empresas compartilhem os dados pessoais que mantêm sobre os usuários. Ele queria saber se o Sky Bet havia traçado seu perfil e o tinha como alvo, mesmo enquanto ele tentava parar de fazer apostas.

Gregg compartilhou os documentos com a condição de que seu nome completo não fosse divulgado, por temer que os detalhes prejudicassem sua carreira e atrapalhassem o relacionamento com a família e os amigos. O Sky Bet, que se recusou a fazer comentários para este artigo, não contestou que os registros eram autênticos.

Conforme os aplicativos de jogos de azar explodem em popularidade no mundo todo, os documentos mostram até que ponto um dos aplicativos mais populares do setor de jogos de azar adotou algumas das técnicas de rastreamento e criação de perfil mais invasivas da internet. Segundo críticos do setor, em vez de os dados identificarem jogadores problemáticos como Gregg e ajudá-los, eles são usados para manter os apostadores viciados.

Nos aplicativos de jogos de azar, como o Sky Bet, fazer uma aposta é mais fácil que chamar um Uber. Muitas pessoas os veem como uma diversão inocente, mas, para um grupo de especialistas em vício em jogos de azar, ativistas de privacidade de dados e críticos do setor no Reino Unido – o maior mercado de jogos de azar do mundo –, os documentos são um alerta a apostadores e aos órgãos reguladores de países como os Estados Unidos, onde serviços semelhantes estão crescendo rapidamente. Mais de uma dúzia de estados, incluindo Nova Jersey, Nevada e Virgínia, agora permitem jogos de azar baseados em aplicativos.

Os críticos, que dizem que as empresas por trás dos aplicativos requerem mais supervisão, estão pedindo leis mais duras para identificar apostadores problemáticos e evitar que os dados sejam usados de forma fraudulenta e predatória.

"Onde quer que as empresas de jogos de azar operem, deve haver um entendimento real sobre como os dados são parte integrante do negócio. Quando começamos a olhar para dentro, como nesse caso, vemos como as vulnerabilidades são exploradas pelas plataformas", afirmou Ravi Naik, o advogado londrino responsável por obter os dados de Gregg.

Gregg no Reino Unido (Jaime Molina/The New York Times)

Naik observou que os dados obtidos até agora são apenas uma peça do quebra-cabeça. Ele entrou com ações legais adicionais no Reino Unido para descobrir mais detalhes sobre o que as empresas de apostas fazem com os dados coletados, e se esses dados são usados para personalizar ofertas e criar outros incentivos para atrair clientes, particularmente os apostadores mais vulneráveis. Um relatório da Câmara dos Lordes, publicado no ano passado, revelou que 60 por cento dos lucros do setor viveram dos cinco por cento de clientes considerados "apostadores problemáticos" ou em risco de se tornar. "Estamos tentando ampliar a transparência. Os advogados não deviam ter tanto trabalho para descobrir o que está acontecendo", comentou Naik.

O Sky Bet foi o aplicativo de apostas mais popular do Reino Unido no ano passado, baixado cerca de 140 mil vezes por mês, de acordo com a empresa de pesquisa de mercado Apptopia. Anteriormente controlado pelo Sky, o conglomerado midiático de Rupert Murdoch no Reino Unido, o aplicativo pertence agora à Flutter Entertainment, que possui uma série de aplicativos de cassino e faturou cerca de US$ 7,4 bilhões no ano passado.

A Flutter, assim como o Sky Bet, não quis fazer comentários. Na política de privacidade da Sky Bet, que tem mais de dez mil palavras, a empresa diz que coleta informações pessoais, incluindo histórico de navegação, gastos, dados demográficos e informações comportamentais, como os esportes nos quais uma pessoa gosta de apostar. Os dados, que podem ser compartilhados com pelo menos 12 serviços de jogos de azar que pertencem à Flutter, são usados para marketing e personalização, enquanto as informações financeiras são coletadas para proteção contra lavagem de dinheiro e fraude, de acordo com o documento.

Em pelo menos oito trechos da política de privacidade, a empresa sugere que os usuários que não querem ter todos esses dados coletados "não utilizem nossos serviços e fechem sua conta".

Nigel Eccles, ex-CEO da FanDuel, que pertence atualmente à Flutter e é um dos maiores aplicativos de jogos de azar dos Estados Unidos, disse que as empresas de apostas on-line realizam um extenso trabalho de análise de dados para identificar os melhores clientes. As empresas veem quanto as pessoas estão apostando e tentam prever o que as fará gastar mais. Mas ele disse que as empresas de jogos de azar estão em uma posição delicada, porque seus melhores clientes também podem ter problemas com jogos de azar. "O problema não é o fato de terem acesso a esses dados, mas o que eles fazem com isso. Se você usar esses dados de uma forma prejudicial para os usuários, de maneira consciente ou não, isso se torna um problema sério", apontou Eccles, que agora administra um serviço de bate-papo para fãs de esportes.

Naik, um dos responsáveis por descobrir o uso indevido de dados pela empresa de consultoria política Cambridge Analytica, foi contatado no ano passado por Gregg, que buscava ajuda para obter cópias dos dados armazenados pelo Sky Bet e pelas empresas que fazem o perfil dos usuários.

Os dados a que ele e Naik tiveram acesso incluem 34 páginas que detalham o histórico financeiro de Gregg, obtido por uma empresa chamada CallCredit, que faz análise de fraudes e de identidades para o Sky Bet. O dossiê continha informações sobre suas contas bancárias, dívidas e hipotecas, com detalhes até sobre os pagamentos mensais. Em negrito, estava um empréstimo inadimplente, feito em março de 2019.

Outra empresa usada pelo Sky Bet, a Iovation, forneceu uma planilha com quase 19 mil campos de dados, incluindo números de identificação dos dispositivos usados por Gregg para fazer depósitos em sua conta no aplicativo de apostas e informações de rede sobre onde esses depósitos foram feitos.

A TransUnion, grande agência americana de pontuação de crédito, proprietária da CallCredit, da Signal e da Iovation, divulgou que respeita as leis de proteção de dados e que as plataformas de jogos de azar usam seus serviços de várias maneiras, inclusive para detectar fraude e lavagem de dinheiro.

O Reino Unido está na vanguarda das apostas on-line. Em 2020, o mercado de aplicativos de jogos de azar no Reino Unido chegou a US$ 7,3 bilhões, quase o dobro do segundo maior mercado, o Japão, de acordo com a Global Betting and Gaming Consultants, grupo de pesquisa do setor. Recentemente, quatro dos cinco principais aplicativos de esportes gratuitos da App Store da Apple no Reino Unido estavam relacionados a jogos de azar. As empresas possuem e patrocinam times de futebol e dominam a publicidade durante eventos esportivos televisionados.

O país está no centro do debate global sobre a regulamentação da nova geração de aplicativos de apostas. O governo iniciou uma revisão das leis que regulamentam os jogos de azar para debater novas regras para o uso de dados e para a realização de verificações de acessibilidade, de acordo com a agência responsável pela revisão.

Os legisladores deveriam aprovar novas regulamentações que permitam às empresas usar dados para detectar jogadores problemáticos, mas limitar como esses dados podem ser usados para marketing e outros objetivos comerciais, de acordo com James Noyes, pesquisador sênior da Social Market Foundation, think tank com sede em Londres. "Eles detectam seu padrão de aposta, aquilo de que você gosta e não gosta, suas tendências de gasto e a exposição ao risco. Coletam informações a seu respeito e depois usam isso contra você."

    • ÚLTIMAS NOTÍCIAS
    • INVEST
    • ACADEMY
    • INVEST PRO
    • Assine a Exame
    • EXAME IN
    • REVISTA EXAME
    • BRASIL
    • BÚSSOLA
    • Casual
    • CARREIRA
    • CIÊNCIA
    • COLUNISTAS
    • ECONOMIA
    • ESG
    • FUTURE OF MONEY
    • INOVAÇÃO
    • MARKETING
    • MELHORES E MAIORES
    • MERCADO IMOBILIÁRIO
    • MUNDO
    • NEGÓCIOS
    • PME
    • Seguros
    • TECNOLOGIA
    • VÍDEOS
    • NEWSLETTERS
    • PODCASTS
    • Fale Conosco


  • Publicar comentário
    Interessante
    08-07-2021
    Conheça as duas profissões que estão em alta no mercado esportivo
    Conheça as duas profissões que estão em alta no mercado esportivo

    Jogador de futebol? Jornalista esportivo? Marketing esportivo? Se você chutou alguma dessas três opções, ainda não acertou...

    27-05-2021
    TvolinkSéries
    TvolinkSéries

    1x09 Hand Of GodTv LinkEstou no 1x09...

    09-07-2021
    Vencedores de loterias 'esquecem' de retirar R$ 300 milhões em prêmios por ano no Brasil
    Vencedores de loterias 'esquecem' de retirar R$ 300 milhões em prêmios por ano no Brasil

    Vencedor do prêmio da Mega-Sena da Virada em 2020 ainda não retirou os R$ 162,6 milhões a que tem direito...

    23-04-2021
    Benfica é o melhor clube português da última década
    Benfica é o melhor clube português da última década

    Federação Internacional de História e Estatísticas de Futebol (IFFHS) divulgou ranking que tem por base os resultados desportivos de 2011 a 2020...

    11-05-2021
    Europa Casino Erfahrungen mit dem Bonus ohne Einzahlung
    Europa Casino Erfahrungen mit dem Bonus ohne Einzahlung

    Beim Europa Casino handelt es sich um ein reines PlayTech Casino, welches zu den renommiertesten Glücksspielanbietern auf dem Markt zählt...

    06-06-2021
    Jogo digital de cassino ou cassino sem depГіsito
    Jogo digital de cassino ou cassino sem depГіsito

    Você pode tentar ingressar com uma ação de adjudicação compulsória, mas para aqueles que não o fazem...