X 22bet

Todos os jogos de amanha apostas

Enrico NazaréAutor da publicação: Enrico Nazaré

O Benfica somou a 6.ª vitória seguida para a Liga ao vencer de maneira expressiva na Capital do Móvel, numa partida que ficou marcada pela expulsão de Eustáquio logo aos 21′. Os encarnados, que pela 3.ª vez nos últimos 4 jogos actuaram mais de uma parte contra 10, aproveitaram bem a vantagem numérica e ao intervalo já tinham o jogo resolvido. Seferovic voltou a brilhar e com o bis isolou-se no topo dos melhores marcadores, com 16 golos. Diogo Gonçalves foi igualmente decisivo ao desbloquear o marcador, num encontro que ficou marcado pelo regresso aos golos de Darwin (não conteve as lágrimas nos festejos). Já o Paços entrou com a ideia de pressionar alto mas acusou muito o vermelho direto a Stephen Eustáquio e só a boa exibição de Jordi impediu uma goleada mais contundente.

Paços de Ferreira – Foi evidente que os pacenses, até pela ideia de pressionarem alto, queriam discutir a partida, mas a expulsão hipotecou a estratégia, ainda por cima a equipa de Pepa continuou com a sua ideia de jogo, o que permitiu ao Benfica ter muito espaço na frente e em transição. Jordi ainda foi atrasando a goleada, mas a mesma acabou por ser inevitável. Para complicado o trio de ataque, hoje sem o castigado Tanque e o lesionado Luther, também revelou alguma falta de qualidade para um 5.º classificado da Liga.

Benfica – Mais um clean sheet (7.º seguido), regresso também às goleadas (desde a 1.ª jornada que as águias não tinham um resultado expressivo para o campeonato) e o manter desta sequência de vitórias. É certo que a expulsão (os encarnados têm jogado várias vezes contra 10 nesta onda de triunfos) facilitou, mas o conjunto de Jesus conseguiu vários lances de bom nível e teve mérito na maneira como aproveitou a superioridade numérica. Para isso muito contribuiu Seferovic (exibição incrível), que bisou nos golos e assistências e ainda deu mais alguns lances aos seus companheiros. Diogo Gonçalves também demonstrou que está confiante, enquanto o sector defensivo praticamente não foi testado.

XI Paços de Ferreira: Jordi; Fernando Fonseca, Marcelo, Maracás, Rebocho; Eustáquio, Luiz Carlos, Bruno Costa; Hélder Ferreira, Uilton, Dor Jan.

XI Benfica: Helton; Lucas Veríssimo, Otamendi, Vertonghen; Diogo Gonçalves, Weigl, Taarabt, Grimaldo; Rafa, Waldschmidt, Seferović.

View Comments

Jogo fácil! Expulsão ajudou imenso, mas já antes de expulsão dava ideia que o Benfica iria acabar por ganhar.
Arbitragem: Nada a apontar de relevo. Bem expulso. Nem percebi a demora para dar o vermelho tão clara que foi a entrada de sola.

Equipa do Benfica mantém ritmo defensivo e o sistema de 3 defesas é o ideal porque temos a sorte de ter 3 centrais bastantes razoáveis a sair com bola e que têm alguma velocidade, o que permite que os laterais subam e não se preocupem tanto a defender permitindo que apareçam mais no último terço (tem sido evidente no caso de Diogo Gonçalves). Diogo Gonçalves está-se a consolidar, mas precisa de melhorar alguns pontos defensivamente, mas penso que terá futuro nesta posição. Weigl faz muita diferença no meio (é o jogador na minha opinião mais importante para a estabilidade defensiva). Tirar everton e darwin também ajudou. A equipa com este 11 está bem rotinada funcionando mais sobretudo do lado direito. Seferovic a surpreender, hoje ganhou praticamente todos os lances, 2 golos e 2 assistências e a mostrar a garra que o caracteriza. Helton Leite pessoalmente não me agrada e acho que é a posição que mais precisamos de reforçar, mas dá-me mais segurança que o Ody.
Everton entrou bem mas precisa de voltar à forma do Grémio, continua preso e tímido. A qualidade está lá toda, falta a cabeça. Gilberto não dá para muito mas isso já se sabia.

Campeonato vai ser até à última, segundo lugar completamente em aberto! E o Sporting perdendo pontos nos próximos jogos pode bem tremer. A única vantagem do Sporting é jogar sem adeptos na verdade, porque com público acredito que iria sofrer mais.

Pela 1a vez desejei que o Seferovic se mantivesse no Benfica. Jogasse sempre a este nível! Mas talvez se o fizesse já cá não estava.

Em segundo o Darwin que se emocionou quando fez golo. Claramente afetado psicologicamente. Quis tanto abraçar o moço que dei por mim a abraçar a televisão. Creio que ainda nos vai dar muitas alegrias!

Para concluir tenho cá para mim que o Everton também vai chorar quando faturar 😛

O Espírito Santo, hoje, desceu dos céus e encarnou no Esferovite (jogador elogiado por JJ na conferência de imprensa). Dois golos e duas assistências, sendo o segundo uma obra de arte: receção de costas, preparação e bojarda com a canhota lá para o fundo.

Não obstante a exibição magistral do suíço, o desbloqueador do jogo foi Eustáquio: que burrice monumental! Até aí, vi um Benfica com a habitual penúria em matéria de organização ofensiva. Aliás, o primeiro golo resulta de uma falha monumental de um jogador do Paços, que oferece a bola na sua zona defensiva, e o segundo de um contra-ataque de 1 contra zero. Portanto, assim sendo, tal e coisa, não se embandeire em arco, porque os problemas continuam lá.

A saga dos penaltis continua. Como foi assinalado um há uma semana, o pessoal arbitral deve pensar: bom, a quota já foi preenchida e o borrego morto, portanto 'bora lá seguir com a normalidade.

Que exibição descomunal do Seferovic. Das melhores exibições individuais que me lembro de ver num ponta de lança no Benfica, apesar do grau de dificuldade baixo deste encontro. 2 golaços, 2 enormes assistências e podia ter feito bem mais. Hoje parecia o Harry Kane a jogar com os apoios. Se o Rafa e o Waldschmidt (que falhanço) tivessem colaborado acabava com 2 golos e 4 assistências, no mínimo.

Simplesmente espetacular. Enorme exibição daquele que ontem considerei ser o melhor ponta de lança do campeonato 2020/21 por larga margem, mesmo sendo suplente em muitos jogos e logo no dia seguinte o suíço faz isto. Obrigado por reforçares o meu argumento.

Há pouco tempo também tinha elogiado a qualidade técnica do Seferovic, algo que foi motivo de alguma troça por um user ou outro. Sei que é polémico, mas para mim, repito, o Seferovic é claramente o melhor ponta de lança "puro" do campeonato a jogar com os apoios em conjunto com o Paulinho.

Aliás, não admira que o Jorge Jesus tenha visto técnica e jogo com os apoios de qualidade suficiente para o colocar a jogar a 2º avançado em imensos jogos. Não é por acaso, é porque realmente o Seferovic é evoluído nesse aspeto do jogo apesar de dizerem que é um "cepo". Não é e hoje voltou a provar isso. Reparem que eu já disse isto tudo anteriormente portanto, não, não é nada com base em 1 jogo.

Disseste porque me copiaste ehehe Estou a brincar, sei que também és dos poucos que o defende e como tal hoje, além da vitória do SLB, estamos felizes também por ele :)

Que jogaço do suíço, para além de ter estado matador, teve várias jogadas de grande nível, como a assistência para o Rafa por exemplo. A brincar, já é o melhor marcador e o melhor assistente do campeonato! Que continue assim, as coisas têm-lhe saído bem e é aproveitar ao máximo, como a qualquer outro jogador.

Verdade seja dita que este resultado seria outro se o Paços estivesse com 11, mas este sistema de 3 centrais pareceu-me ser o melhor sistema para a equipa. A maior valia em termos coletivos é a pressão alta que o Benfica consegue exercer, os 3 centrais dão uma maior liberdade para os alas pressionarem, tal como os médios e dá um melhor controlo da largura por parte da equipa. Com 3 centrais de grande qualidade é aproveitar este sistema, mas se for para ir em frente precisamos de mais soluções no mercado, ir buscar alguém certinho e com experiência no nosso campeonato (Fábio Cardoso).

Boa notícia também o golo do Darwin que bem estava a precisar, pode ser que tenha ganho confiança, foi muito bom vê-lo emocionar-se, é sinal de que sente o clube.

O Benfica tem estado em rolo compressor, parece o Sporting em outras épocas, por exemplo com o Keizer num final da época em que o Sporting já não podia ganhar nada e começou a golear toda a gente. Isso deve-se à falta de pressão que a equipa tem neste momento, temos que aproveitar este Embaló para conquistar pontos e ganhar confiança e pelo menos conquistar a Taça de Portugal.

Em relação ao Darwin não acho que se tenha emocionado por sentir o clube. Parece-me ter sido mais uma questão individual. É um miúdo, deu um salto na carreira, não foi barato, começou a titular, foi relegado para o banco e teve uma seca de golos. Claramente mexeu com ele. Ainda para mais foi o 5o golo. Não acredito que um jogador profissional chore o 5o golo por sentir o clube.

De qualquer das maneiras o importante é que continue a marcar.

Talvez se fossemos nós chorariamos sempre que marcassemos! 😅

Eu começava por aproveitar o Ramos

O cepo do Seferovic sendo o marcador de pênaltis, se fosse sempre titular e com o Benfica a jogar futebol decente chegaria aos 30 golos na liga. Cepo, mas nem tanto.

Não chegava aos 30 golos porque os árbitros pura e simplesmente não assinalam os penalties.

Jogo decidido a partir da expulsão.
Muito bons: Seferovic (quem diria que nesta altura seria o nosso melhor avançado) e Taarabt, este a jogar assim é uma besta
Terrível: Gilberto entrou ao intervalo e ainda foi a tempo de mostrar toda a sua mediocridade, é que estraga tudo o que toca. Parece que tou sempre a repetir a mesma coisa, mas opa é simplesmente vergonhoso como no meu clube há um lateral (. ) de 27 anos que não sabe cruzar!

Exibição portentosa do suíço, diria que talvez tenha sido a sua melhor exibição em Portugal.

2 bons golos, 2 boas assistências, muito trabalhador na luta com os centrais e na procura da largura e da profundidade, e o prémio justo para esta exibição foi a chegada dele ao topo dos melhores marcadores.

O jogo em si fica marcado pela expulsão de Stephen Eustáquio, porque até lá o Paços tinha o jogo controlado e o Benfica denotava as habituais fraquezas em organização ofensiva, só disfarçadas pela exibição magistral de Seferovic.

Com 0-3 ao intervalo o Benfica só teve de gerir, o Paços também baixou o ritmo e foi com tranquilidade que se acabou com 0-5.

Adel também se destacou pela positiva, assim como Pizzi que entrou muito bem e ajudou a dar critério, ao invés de Gilberto que em meia parte conseguiu mostrar o quão fraco é e o quão teimoso é o treinador por ter insistido no erro, mas mesmo assim Grimaldo conseguiu ser pior e prolongar a sua série que já vai longa de jogos medíocres (venha de lá o Rúben Vinagre).

Do lado do Paços Jordi com 3 ou 4 boas defesas, Marcelo que safou o que pôde e o motor Bruno Costa foram os melhores.

Mesmo descontando que jogamos com mais um, foi a melhor exibição da época. Enorme exibição de seferovic, excelente taarabt e Rafa. Hoje alguém sinais positivos de Ewerton

Que recital do Seferovic na primeira parte! O homem faz 3 passes para golo. Um de cabeça para o Rafa que fica de frente para o guarda redes e este remata à figura. Outro para o Waldschmidt, que falha escandalosamente de baliza praticamente aberta. E no fim fez outro passe novamente para o Rafa, que faz assim o 2-0. Para além disso, faz ainda 2 golos.

O jogo acaba por ficar mais fácil com a expulsão, mas nada a apontar ao cartão vermelho. Uma entrada assassina sobre Weigl que até arrepiou só de ver.

Visão de Mercado

Visão de Mercado

Exibição q.b. foi suficiente para o FC Porto; Toni Martínez desbloqueou, Taremi voltou aos golos; Tondela não incomodou Marchesín

Exibição q.b. foi suficiente para o FC Porto; Toni Martínez desbloqueou, Taremi voltou aos golos; Tondela não incomodou Marchesín

O FC Porto não teve problemas em passar no terreno do Tondela e colocou assim pressão no Sporting. Os azuis e brancos nem fizeram uma grande exibição, mas tiveram sempre o encontro controlado, sendo que Marchesín nem foi verdadeiramente testado. Toni Martínez facturou pela 2.ª jornada consecutiva, num jogo em que Pepe e Grujic voltaram a destacar-se e que ficou marcado pelo regresso aos golos de Taremi. Já o conjunto de Ayestarán não permitiu grandes oportunidades, mas ofensivamente nunca conseguiu servir Mario González em condições e com isso notaram-se as dificuldades no último terço. Rafael Barbosa teve os únicos semi-lances de perigo, mas esteve desastrado no remate.

Tondela – Exibição muito pobre do conjunto de Pako Ayestarán, que nunca revelou capacidade para discutir a partida. O técnico espanhol manteve o figurino habitual, com a equipa a procurar sair em contra-ataque, mas o Tondela raramente conseguiu ligar sectores e não construiu qualquer jogada com princípio, meio e fim. É certo que o adversário pouco criou, mas acabou por estar confortável ao longo dos 90’, tal foi a inércia dos Beirões, tanto em jogo corrido como nas bolas paradas. Individualmente, Salvador Agra e Rafael Barbosa estiveram desastrados em todas as ações, Mário González foi bem anulado e o trio de meio-campo sentiu muita dificuldade em ter bola e impor o seu jogo. Ainda assim, Jaime Grau terá sido a melhor unidade, obrigando Marchesín a uma boa defesa e mostrando qualidade no passe. Por outro lado, Bebeto sentiu muitas dificuldades no seu flanco, enquanto os centrais ficaram mal na fotografia no lance do 1-0, tal como Pedro Trigueira. Já os suplentes não tiveram impacto.

FC Porto – Triunfo tranquilo dos Dragões, num campo onde têm sentido dificuldades em anos anteriores, e que permite pressionar o Sporting. Sérgio Conceição promoveu algumas alterações, sobretudo no ataque, e o FC Porto, apesar de não ter encantado, fez o suficiente para sair de Tondela com os três pontos. O golo surgiu cedo e a equipa foi controlando as operações, e, pese o ritmo lento, acabou por chegar ao 2-0 no segundo tempo. Individualmente, Toni Martínez voltou a marcar e a ser decisivo no triunfo, enquanto Evanílson esteve mais apagado. Já Taremi saiu do banco para picar o ponto e terminar com a série de oito jogos sem faturar. No miolo, Grujic voltou a dar boa resposta ao lado de Uribe, que esteve menos assertivo no passe do que é habitual. Já Otávio fez uma exibição discreta, ainda que tenha melhorado nos minutos finais e participado no 2-0, juntamente com Manafá, que controlou bem o seu flanco. Do outro lado, Zaidu também esteve rigoroso, enquanto a dupla Pepe e Diogo Leite não teve problemas. Nota final para Luís Díaz, que veio agitar a partir do banco, enquanto Corona voltou a mostrar a sua qualidade técnica a espaços.

XI Tondela: Trigueira; Bebeto, Medioub, Ricardo Alves, Filipe Ferreira; Jaume Grau, João Pedro, Olabe; Salvador Agra, Rafael Barbosa, Mario González.

XI FC Porto: Marchesín; Manafá, Pepe, Diogo Leite, Zaidu; Grujić, Uribe, Corona, Otávio; Toni Martínez, Evanilson.

View Comments

Jogo com pouca história, Porto a entrar muito bem e com os 35/40 minutos iniciais a vantagem de 2 golos seria curta, na segunda metade geriu o Tondela aproximou se da baliza mas sem real perigo e o Porto faz o 2o golo e arruma com o jogo.
Destaques Grujic que mais uma vez cumpre o papel que lhe foi confiado (seria uma contração interessante se o Liverpool entrasse em descontos gosto bastante dele) Tony Martinez ganha uma vez mais pontos e começa a incomodar os titulares da frente (Marega então perde o lugar para o espanhol para mim) e as boas entradas de Taremi(que espero que recupere a confiança que parecia ter perdido) e S. Oliveira, bons apontamentos também para Evanilson que faz jogar a equipa de forma diferente (para melhor).
Viroria importante tanto para a frente como para trás na classificação já que falta menos 1 jogo e não deixa o Benfica aproximar se e coloca pressão no Sporting que vem de um resultado negativo e assim tentar destabilizar o Sporting eventualmente fragilizado.
Cumprimentos

Tal como eu tinha dito aqui, o Tondela não tinha qualquer interesse em disputar este jogo. O xG de 0.2 comprova-o, logo quem me criticou pela conclusão óbvia que eu disse nesse dia, teve de comer o chapéu.

Uma vitória por 4 ou 5-0 seria mais adequada.

Campeonato está em aberto até ao fim. Vitória justa do FC Porto que sem se esforçar muito derrotou o Tondela que, como diz o VM, e bem, pouco ou nada incomodou os dragões - ao contrário do jogo com o Sporting.

Individualmente, Toni Martinez mostrou que é um avançado com qualidade, ao contrário do que dizem aqueles que o criticam. E ainda marcou um belo golo com movimento á ponta-de-lança.

Quanto ao Tondela, nem há muito a dizer já que os comandados de Pako Ayestaran nunca foram uma séria ameaça á baliza de Marchesín. Contudo, têm a manutenção mais que garantida.

Posto isto, e como eu disse logo no início, o campeonato esta relançado e dificilmente o FC Porto irá perder pontos nos próximos jogos. Têm um colectivo muito forte e têm estofo de campeão. Nada está fechado.

O Tondela está mais próximo dos lugares de descida do que o Porto do 1 lugar, mas o campeonato está relançado e o Tondela tem a manutenção mais que garantida?

Talvez porque os clubes lá embaixo perdem muitos mais pontos, para além de que para o Tondela descer até ao final é preciso perder pontos para Rio Ave, Famalicão, Belenenses, Boavista, Marítimo, Farense e Nacional, enquanto que o Porto está à distância de uma equipa para o primeiro lugar, ou seja, "basta" o Sporting entrar numa mini-espiral negativa.

E nisto o Tondela acabará esta jornada com apenas 4 pontos acima do antepenúltimo lugar que pode dar descida de divisão a faltar ainda uns longos 8 jogos. O Tondela à partida para esta jornada tinha os mesmos pontos que o Gil Vicente, mas para um user aqui dizer que o Gil Vicente e o Tondela ainda estavam PERFEITAMENTE na luta pela manutenção era hipocrisia porque com 28 pontos já estavam mais que safos.

Chega-se logo à jornada seguinte e vê-se que o Tondela já ficará a apenas 4 pontos dos lugares de descida a faltar ainda 8 jogos. E o Gil Vicente pode ficar exatamente na mesma situação caso perca o seu jogo com o Moreirense amanhã. Mas ya, estão extremamente longe dos lugares de descida e mais do que safos.

O Tondela para descer precisa de perder mais pontos do que as 7 equipas que estão abaixo, para além de que são 4 pontos para os playoffs e 6 pontos para a descida. Na verdade qualquer equipa abaixo dos 34 pontos +/- ainda está a lutar pela manutenção, mas a probabilidade do Tondela descer é muito baixa.

- A conversa é sobre se o Tondela/Gil Vicente já garantiram a manutenção na semana passada. Garantir a manutenção não é garantir o 16° lugar, é garantir o 15° que é o único lugar que garante o objetivo logo o Tondela tem apenas 4 pontos de vantagens para o lugar que pode dar descida.

- Não, o Tondela não tem de fazer pior que as 7 equipas que estão abaixo para ficar nos lugares que não garantem a manutenção. Eu concordo que seria preciso quase um milagre para ficar em último e mesmo ficar em penúltimo já parece muito improvável. Acho é que são equipas que ainda podem perfeitamente acabar em antepenúltimo e portanto não garantir a manutenção via campeonato. Apenas precisa de fazer pior que 5 das 7 equipas para isto. Relembro que Rio Ave, Famalicão e Boavista então entre essas 7 equipas, equipas individualmente muito melhores que o Tondela e com grande potencial para, a qualquer momento, dar um salto na tabela de gigante como aconteceu com o Portimonense, Gil Vicente e o próprio Famalicão parece estar nesse sentido. Não me parece de todo chocante que estás 3 equipas acabem acima do Tondela. Até diria que é mesmo o mais provável. A partir daqui só faltariam 2 equipas e em 8 jogos não me parece nada dificil que o Tondela faça apenas 4-6 pontos e acabe lá.

- Mesmo que o Tondela tivesse de fazer pior que 7 equipas (e repito: não tem), isso é precisamente o que define as equipas que descem. Por definição, os últimos classificados são os que pontuam menos que os outros portanto dizeres que o Tondela para descer tem de pontuar menos que os outros é. o óbvio. Óbvio que tem de pontuar menos. Aliás, as 3 equipas que ficarem nos últimos lugares só lá ficarão porque fizeram pior que as outras 15 equipas. É assim que funciona.

Óbvio, Deco. As pessoas têm esta obsessão com a "distância para a linha de água", quando na verdade há muitos outros factores que contam: número de equipas que estão abaixo, número de vezes que vão jogar entre si, distância para a linha de segurança.
Claro que uma distância de 7/8 pontos entre APENAS duas equipas será sempre menor, na prática, do que uma distância de 6 pontos quando há 6 ou 7 clubes abaixo.

Agora, claro que o Tondela ainda pode descer, o próprio Gil também. Aquele Arouca de 2016/17 parecia safo e depois acabou mesmo por descer, acontece. Mas mesmo esses conseguiram fazer 5 pontos nas últimas 9 jornadas. E é precisamente por ser um caso tão raro que nos lembramos dele…

Não, tu lembras-te dele porque eu te lembrei porque ainda na semana passada dizias que era quase impossível descer. Agora já é o Moreirense e o Santa Clara que é quase impossível. Já estás a tentar mudar o que disseste. Pelo menos agora estás a dizer algo com pés e cabeça.

E o caso do Arouca era raro, mas estamos a falar de descer a 11 pontos de distância. Não a 6 pontos de distância e muito menos a 4. Repara que o Arouca tinha 11 pontos de vantagem, fez 5 pontos em 9 jornadas e, MESMO ASSIM, desceu. Mas na semana passada disseste que bastava ao Gil Vicente vencer 2 jogos que já tinha a manutenção garantida. Ou seja, basta 6 pontos disseste tu. Ao Arouca com uma vantagem bem maior e a só poderem descer 2 equipas não chegou 5, mas ao Gil Vicente basta 6 e garante, no mínimo, o 15° lugar.

O Tondela a 4 pontos parece que já não vai descer só a ti e a mais algumas pessoas que começaram a ver futebol há 2 dias.

Se tivesse 4 pontos de vantagem e faltassem 2/3 jornadas. ok, realmente é "quase impossível" descer. Matematicamente era possível, mas concordaria contigo, seria preciso uma combinação de resultados mais improvável e portanto a manutenção não estava garantida, mas era aceitável dizer que estava bem perto.

Agora. a 8 jornadas do fim. OITO?? É que nem perto da manutenção estão. Estão melhor posicionados que os outros, obviamente, mas é uma ligeira vantagem apenas como o Nacional tinha uma ligeira vantagem e já está lá no fundo. Tal como o Marítimo chegou a estar em 7° lugar e agora está lá no fundo.

Digo mais: a minha aposta é que o Tondela não só ainda não garantiu a manutenção na jornada passada como não vai garantir sequer na última jornada, fechando o campeonato em 15° e disputando o play-off de descida onde tudo pode acontecer. Este é o cenário que eu acho mais provável, o que diz muito do que penso sobre a tua ideia de nem sequer poder festejar um deslize do Farense porque é idiota comentar como se o Gil Vicente estivesse realmente a lutar para não descer que foi o que tu disseste, apesar de agora estares a tentar mudar.

Suponho que essa tenha sido para mim, mas vai-me buscar uma altura em que eu disse que o Tondela ou o Gil estavam "mais que safos". O que eu disse foi que, no caso do Gil Vicente, com 28 pontos a 9 jornadas do fim, as hipóteses de se safarem são muitíssimo maiores do que descerem. Só isto. E tu estavas a tentar passar a ideia de que as hipóteses de se safarem eram as mesmas que as de um Farense ou Nacional, o que é ridículo. Volto a dizer que a distância para a linha de água é uma maneira preguiçosa de ver a coisa, sobretudo quando há tantos clubes atrás deles que vão jogar entre si e tirar pontos uns aos outros.

Mas eu falo em probabilidades e tu achas que estou a falar em certezas. Tem piada tantos testamentos escritos por um gajo que, simplesmente, não sabe ler…

E para o user acima, eh pá, se vamos pelo "100% salvos" nem o V. Guimarães está 100% salvo. Mas alguém acredita mesmo que o Moreirense ou Santa Clara vão descer? Haverá muitos casos desses, de dois clubes não conseguirem uns 2 ou 3 pontos em 9 jornadas? Nem Aquele Arouca de 2017.

Eu disse que as hipóteses de descer do Gil eram iguais às de quem está abaixo?? Onde é que disse isso??

Eu fiz um comentário em que disse que o Gil Vicente era a equipa melhor posicionada das que lutam pela manutenção naquele e que fiquei contente com o deslize do Farense na jornada passada e tu respondeste todo ofendido que o jogo do Farense não interessava para nada ao Gil Vicente e que essa conversa da manutenção já enjoava portanto, sim, tu comentaste aqui que falar do Gil Vicente como se ainda estivesse a lutar para não descer é ridículo.

Aliás, este teu comentário demonstra bem a tua real ideia quando comparas a probabilidade do Gil Vicente descer com a do Vitória. E quando digo Gil Vicente digo Tondela porque estavam exatamente na mesma situação na última jornada e todos os teus argumentos servem para as 2 equipas.

O Arouca a 11 pontos de distância desceu de divisão, mas o Tondela com 4 pontos é quase impossível descer 😂

Onde é que eu comparei a probabilidade do Gil com o Vitória? Ou disse que o Tondela era quase impossível descer? Confirma-se que não sabes ler e ficamos por aqui.

Totalmente de acordo. Do Portimonense para baixo ainda está tudo na luta pela manutenção e mesmo Moreirense e Santa Clara não estão ainda 100% salvos.

Não há Marega em campo, não há bombo na profundidade, logo há mais futebol. Primeira parte completamente diferente do habitual, com muita posse e muita calma com bola.

Toni Martinez fez um bom golo, mas não um bom jogo. Demasiados passes e recepções falhadas (é limitado tecnicamente) mas lutou muito como de costume e aliando isso ao golo acaba por ganhar pontos.
Evanilson esteve ligeiramente melhor (é de longe o avançado mais capaz com bola do Porto) mas pareceu perder gás demasiado cedo.
Grujic voltou a fazer um bom jogo (o Porto tem aqui um reforço para o resto da época).

Já do lado mais negativo, como sempre, os laterais. Não tem nível para isto e pouco mais há a dizer sem se ser repetitivo. Manafá então fez uma exibição deplorável falhando mais de metade das suas ações com bola.

Mais um jogo em que o Porto não precisa de jogar muito para ganhar marca e depois gere o jogo a seu belo prazer, prático e eficaz como sempre, a juntar a isso as habituais cenas de qualquer toque do adversário atiram se para o chão a rebolar como se tivessem algo partido e claro o árbitro a cair sempre na cantiga. Até ao fim ganham os jogos todos!!

5 pontos, corda a apertar. Como disse, nunca esteve fechado e o Porto dificilmente perde pontos até ao fim como já se viu. Tirando na Luz, o resto dos jogos com maior ou menor dificuldade, mais ou menos penalti, vão vencer.
Se o Sporting não sair de Alvalade com 8 pontos amanhã e com as idas a Faro, Vila Do Conde, Luz e Braga, não me surpreendia uma hecatombe digna da história recente do clube.

5 pontos, se fizermos a nossa obrigação domingo e na próxima sexta passam a 11. calma!!

Podem ser 11 na sexta ou 2 no Sábado

A obrigação é ganhar o próximo jogo e se ganharmos ficamos um pouquinho mais perto

Pessoalmente não estou nada confiante, mas acho que é normal, dado o passado recente do Sporting e os 19 anos de jejum

Verdade, mas a atitude durante os jogos tem que mudar e se mudar acredito que isso se alcance facilmente.

Concordo, está tudo nas mãos do Sporting. Mas com este clube nunca se sabe o que pode acontecer.

Até fizemos uma boa exibição na 1a parte mas na segunda voltamos ao mesmo.
Taremi voltou aos golos e espero que isso lhe dê mais confiança.

Agora é começar a preparar o jogo contra o Chelsea.



Publicar comentário
Interessante
28-04-2021
Dicas de apostas de futebol
Dicas de apostas de futebol

Começou mais um ano e, como de praxe, o Blognejo traz uma lista com os nomes que o blog acha que podem bombar em 2013...

19-06-2021
O Grande Livro de Poker
O Grande Livro de Poker

O mundo Encantado das Cartas...

19-05-2021
EGW Ed. 175 - Mafia III
EGW Ed. 175 - Mafia III

Nessa edição, MAFIA III E OS ANOS 1960 Sangue, carros e rock’n’roll...

10-06-2021
Esporte bet 88
Esporte bet 88

In M-BET we have developed an very innovative and first of its kind sports betting platform since 2013, offering the major football leagues, the best matches, the best football teams, interactive games, fast and secure payments through a stable and established Electronic Wallet system network...

30-07-2021
Apostas esportivas o que e
Apostas esportivas o que e

O Ministério da Economia abriu, nesta terça-feira (30/7), uma consulta pública para regulamentar o funcionamento das casas de apostas no país...

01-07-2021
Líder isolado do Espanhol, Atlético de Madrid joga para manter distância
Líder isolado do Espanhol, Atlético de Madrid joga para manter distância

Único clube a interromper a hegemonia de Real Madrid e Barcelona no Campeonato Espanhol nos últimos 10 anos, o Atlético de Madrid tem um importante passo neste domingo (04) para seguir na busca por mais título da La Liga...